musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - SAMPA CIDADE VIOLENTA - JOHNNY MC - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Sampa Cidade Violenta letra


Estamos diante de uma sociedade
Que remove e dá as costas pra comunidade
Sentimentos seguidos por ambição e poder
O menor abandonado agora é Lúcifer
Quem não tá nem aí procura observar
Na cobertura do prédio o movimento passar
Pessoas oprimidas de um lado para o outro
Sonhando alto
Vivendo pouco
Muito diferente do que aprendi
Na escola, utopia
Alguém mentiu pra mim

Direitos humanos nunca foram respeitados
Nem como cidadão, nem como favelado
Povo injuriado continua difamado
Sem emprego e sem saúde tão contrariados
Vivendo por acaso
Com descaso, não se esqueça
Querem apenas exibir sua cabeça

Sampa, cidade violenta
Sampa, cidade violenta
Meu bairro não é seu lugar
E você vai se ferir
Sampa, cidade violenta
Sampa, cidade violenta
O que você está fazendo aqui?

Vou dizer
Nas ruas de São Paulo
Conheci a solidão
Vida no crime é só desilusão
É no subúrbio que a cena acontece
Aqui tudo sempre prevalece
Quem vem de fora só imagina
Não sabe como é morro acima
Compreensão quase não existe
Compreensão é só pra te ver triste
Tem muita coisa que você não viu
O brasileiro não conhece o Brasil
Nem os parceiros que se foram por engano
A polícia continua matando
Autuando o pai de família na cara dura
Quem é que se conforma viver essa loucura?
Desanimador não é pro MC
É elite brasileira que não tá nem aí

Sampa, cidade violenta
Sampa, cidade violenta
O que você está fazendo aqui?
Sampa, cidade violenta
Sampa, cidade violenta
Meu bairro não é seu lugar
E você vai se ferir

Vou dizer
Eu amo essa cidade de coração
Não quero ver a sua destruição
Mercenários, assassinos, psicopatas
Querendo dominar toda a galáxia
Por causa do dinheiro, fama e glamour
Sociopata ainda mata um
Milhões de aposentados
Mendigos, inválidos, crianças
Que pagam com trabalho escravo
Sem-terra, sem-teto, sem ter o que comer
Como podem assim sobreviver?
Lutando por você, torcendo por você
Oh pátria amada, não entendo por que
A burguesia fede como o poeta falou:
Acorda para a vida que a hora chegou
Além do horizonte vendo o sol brilhar
Com o sonho de um dia ter casa pra morar

Sampa, cidade violenta
Sampa, cidade violenta
Sampa, cidade violenta
Sampa, cidade violenta

Johnny MC - Letras

©2003 - 2017 - musicas.mus.br